segunda-feira, 23 de maio de 2016

BNDES abre Edital de Cinema 2016

Estão abertas as inscrições para o Edital de Cinema 2016 do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES).

Pela primeira vez, serão contemplados também curtas-metragens de animação. A nova categoria terá cinco obras selecionadas, que se somarão a 17 longas-metragens, de ficção, animação, documentário, coprodução com América Latina e em fase de finalização (qualquer categoria), totalizando R$ 15 milhões em recursos não reembolsáveis.

O edital destinará R$ 200 mil para cada curta-metragem de animação selecionado, até o limite de cinco projetos apoiados. Para os longas de animação, o valor do apoio é de R$ 1,5 milhão para cada obra, respeitando o limite de dois projetos apoiados.

Os longas de ficção são divididos em dois grupos, ambos com o valor de R$ 1 milhão para cada filme selecionado. No grupo I, serão apoiados até dois filmes que priorizem o retorno comercial, sem prejuízo da qualidade técnica e artística. O grupo II terá até cinco filmes selecionados, pelo menos um deles de diretor estreante, que priorizem a busca de reconhecimento artístico e técnico no mercado internacional.

Os outros filmes contemplados receberão apoio de R$ 500 mil, sendo selecionados até cinco projetos de documentário, um de coprodução com países latino-americanos e dois de filmes em fase de finalização, sejam ficcionais, animados ou documentários.

As inscrições seguem até 27 de junho. O edital está disponível no site www.bndes.gov.br.

segunda-feira, 16 de maio de 2016

Cineclube Cinema Unisul - Circuito FAM de Cinema

19 a 22 de maio de 2016 (Quinta a Domingo), às 20h
Circuito FAM de Cinema
A associação Cultural Panvision pioneira no estado em estabelecer um circuito simultâneo, na exibição de filmes no interior de Santa Catarina, o Circuito FAM de Cinema 2016
Classificação indicativa: livre

19 de maio - Circuito FAM de Cinema – programa 1
O Gigantesco Ímã , de Petrônio, Tiago Scorza .72min. Documentário
Fios, bobinas, pólvora, máquinas de voar e outras armações. Rodado no sertão pernambucano, o cotidiano criativo de Evangelista Ignácio de Oliveira é a matéria-prima para o documentário.

20 de maio – Circuito FAM de Cinema – programa 4
O voo da borboleta, Mila Prates.  15min. Ficção
Dona Bilica - Naquele tempo, Renato Turnês. 26min. Documentário
Guida, Rosana Urbes. 12min. Animação
Capital da Fé, de Gabriel Santos 21min. Documentário

21 de maio - Circuito FAM de Cinema – programa 1
O Gigantesco Ímã , de Petrônio, Tiago Scorza .72min. Documentário

22 de maio – Circuito FAM de Cinema – programa 4
O voo da borboleta, Mila Prates.  15min. Ficção
Dona Bilica - Naquele tempo, Renato Turnês. 26min. Documentário
Guida, Rosana Urbes. 12min. Animação
Capital da Fé, de Gabriel Santos 21min. Documentário

clique aqui e veja a programação completa para maio

Edital BNDES Cinema 2016 - Projetos Cinematográficos

O concurso tem como objetivo Premiar 17 projetos cinematográficos no formato longa-metragem nos gêneros Ficção, Animação e Documentário e 5 (cinco) projetos cinematográficos no formato curta-metragem de animação, realizados por empresas produtoras cinematográficas independentes brasileiras, que possuam aprovação do projeto pela Agência Nacional de Cinema (ANCINE).

Categorias:

·       Ficção - Grupo I: projetos de ficção que priorizem a busca de resultados econômicos, sem prejuízo da observância da qualidade artística e técnica;
·       Ficção - Grupo II: projetos de ficção que priorizem a busca de reconhecimento artístico e técnico no mercado internacional;
·       Curta-metragem de Animação;
·       Longa-metragem de Animação;
·       Documentário;
·       Coprodução internacional de países da América Latina: projetos de ficção, animação ou documentário; e
·       Finalização: projetos de ficção, animação ou documentário, em etapa de Finalização.

O prêmio concedido pelas Empresas do Sistema BNDES destina-se para:
a) Despesas necessárias para a realização das etapas de pré- produção, produção e pós-produção do projeto (Ficção Grupo I, Ficção Grupo II, Curta de Animação, Longa de Animação, Documentário, e Coprodução América Latina);
b) Despesas necessárias para a realização da etapa de pós-produção (Finalização).

Em Ficção Grupo II, ao menos 1 dos projetos vencedores deverá ser de diretor estreante (não tenha dirigido nenhum filme longa-metragem de ficção anteriormente).

Na categoria Documentário, serão priorizados projetos com temática brasileira ou cujo conteúdo discuta questões relevantes para o Brasil.

Na categoria Coprodução América Latina, o projeto deverá envolver obrigatoriamente, no mínimo, 1 produtora de países latino-americanos, que não seja brasileira.

Na categoria Curta de Animação, serão priorizados projetos que desenvolvam a experimentação de personagens, novas técnicas, narrativas e linguagens e que possuam potencial de desdobramentos em formatos comerciais – tais como longa-metragens, séries de TV, games e livros.

Em todas as categorias, somente serão apoiados projetos de obras brasileiras.

Cada produtora poderá enviar até 2 (duas) propostas.

Na categoria Curta de Animação, somente será permitida inscrição de 1 (um) projeto por produtora.

Em meio à seleção dos projetos será divulgada no sítio eletrônico do BNDES, a listagem final contendo os projetos pré-selecionados para a Defesa Oral.

Os representantes das empresas produtoras deverão se apresentar para a realização da Defesa Oral, onde cada produtora terá até 10 minutos para sua apresentação e até 10 minutos reservados para perguntas da Subcomissão de Análise Técnica, exceto para projetos de Finalização, que terão até 10 minutos para responder perguntas da Subcomissão, sem necessidade de fazer apresentação.

Categorias e seus respectivos valores de premiação:

CATEGORIA
LIMITE PROJETOS APOIADOS
PREMIAÇÃO
Ficção - Grupo I
2
R$ 1 milhão
Ficção - Grupo II
5
R$ 1 milhão
Curta-metragem de Animação
5
R$ 200 mil
Longa-metragem de Animação
2
R$ 1,5 milhão
Documentário
5
R$ 500 mil
Coprodução internacional de países da América Latina
1
R$ 500 mil
Finalização
2
R$ 500 mil

Valor Global de R$ 15.000.000,00 (quinze milhões de reais).

Até 27 de junho de 2016.

Programa de Apoio à Participação de Filmes Brasileiros em Festivais Internacionais

O Programa de Apoio à Participação de Filmes Brasileiros em Festivais Internacionais e de Projetos de Obras Audiovisuais Brasileiras em Laboratórios e Workshops Internacionais contempla os filmes e projetos de obras audiovisuais oficialmente convidados a participar dos eventos internacionais.

Este Programa contempla os filmes oficialmente convidados a participar de um dos 95 festivais internacionais e os projetos audiovisuais convidados para um dos 35 laboratórios ou workshops internacionais.

Os apoios a serem concedidos pela ANCINE a cada filme se diferenciam em função da categoria em que se encontra o festival:
a) Apoio “A” – Concessão de cópia legendada, envio de cópia e apoio financeiro para a promoção do filme (44 festivais);
b) Apoio “B” – Apoio financeiro para a promoção do filme e envio de cópia (35 festivais);
c) Apoio “C” – Envio de cópia (16 festivais).

TOTAL: 95 festivais e 35 laboratórios ou workshops.
Lista dos Festivais e referidas mostras, e dos Laboratórios e Workshops contemplados pelo Programa: https://www.ancine.gov.br/sites/default/files/3%20-%20Anexo%20II%20-%20LISTA%20FESTIVAIS%20e%20LABS%202016.pdf

O número máximo de apoios a ser concedido será de 3 (três) apoios por evento.
Para os seguintes festivais, excepcionalmente, o número máximo de apoios será estendido até 5 (cinco): Roterdã, Sundance, Clermont Ferrand, Miami Internacional, Bafici, Oberhausen, Toulouse, Annecy, Locarno, Toronto, San Sebastian, Biarritz, IDFA, Roma, Havana, Santa Maria da Feira.
Para os festivais de Cannes, Berlim ou Veneza, excepcionalmente, serão concedidos até 7 (sete) apoios.

O número máximo de apoios desse Programa que um mesmo filme pode receber será de 5 (cinco) apoios ao longo de toda sua trajetória internacional, independente do ano.

As legendas poderão ser realizadas em inglês, francês ou espanhol, a depender do que seja mais adequado ao festival.

Os apoios concedidos pela ANCINE contemplam o máximo de 3 (três) projetos de obra por laboratório ou workshop.

Para os seguintes laboratórios, excepcionalmente, o número máximo de apoios será estendido até 5 (cinco), se houver: Co Production Market Berlim, Toulouse, BAL, DocMontevideo, San Sebastián.

Um mesmo projeto não pode receber mais do que 3 (três) apoios ao longo do seu processo de desenvolvimento, independente do ano em que os receba.

O valor do apoio financeiro dependerá do destino do representante, conforme estabelecido a seguir:

Destino
Valor individual do apoio (R$)
América do Sul
2.300,00
América do Norte e Central
4.025,00
Europa (menos Rússia e Estônia)
4.600,00
Ásia, África, Rússia, Estônia
5.750,00

Programa está em vigor até 31 de dezembro de 2016.

A solicitação de qualquer apoio deve ocorrer até o prazo de 30 (trinta) dias de antecedência em relação à data de início do festival.

terça-feira, 10 de maio de 2016

Cinema do CIC tem lançamento catarinense e Cinema ao Vivo

Lançamento de filme catarinense e sessão com trilha sonora ao vivo no Cinema do CIC

A programação do Cinema do Centro Integrado de Cultura (CIC) nesta semana está especial: na quinta-feira e no domingo (12 e 15 de maio) terá o lançamento do filme O Aquário de Antígona, do cineasta catarinense Alceu Bett; já na sexta-feira 13 é a vez da segunda edição do projeto Cinema ao Vivo, do Museu da Imagem e do Som (MIS/SC), com o filme Nosferatu e a trilha sonora feita ao vivo pela banda Os Skrotes. As sessões ocorrem sempre de quinta-feira a domingo, a partir das 20h, e têm entrada gratuita. A realização é uma parceria da Fundação Catarinense de Cultura (FCC) com o curso de Cinema Unisul.

Mais sobre a programação:

Dias 12 e 15 de maio de 2016 (quinta-feira e domingo), às 20h:

Lançamento de O Aquário de Antígona e exibição de As Mortes de Luciana
Longe da ideologia hollywoodiana, O Aquário de Antígona, novo filme do cineasta catarinense Alceu Bett, nos imerge num banho de pureza original. O argumento da película é do escritor Fernando José Karl, que também assina o roteiro junto com Alceu. Foram cinco meses de produção entre captação e finalização, nas cidades de São Francisco do Sul, Joinville, Nova Veneza e Curitiba.

Dia 13 de maio de 2016 (sexta-feira), às 20h:

Cinema ao Vivo - Filme Nosferatu
Depois do sucesso da primeira edição, está de volta o projeto Cinema ao Vivo, promovido pela Fundação Catarinense de Cultura (FCC) por meio do Museu da Imagem e do Som (MIS/SC). Para esta segunda edição, a banda Os Skrotes fará, ao vivo, a trilha sonora para a exibição do filme de terror Nosferatu, clássico do diretor Friedrich Wilhelm Murnau, lançado em 1922 e adaptado do romanceDrácula, de Bram Stoker. Os ingressos serão distribuídos APENAS no dia anterior ao evento, a partir das 13h, no Museu da Imagem e do Som, localizado no CIC, e cada pessoa poderá retirar até dois ingressos. Além disso, no dia das apresentações, 10 minutos antes do início do espetáculo, será realizada contagem dos presentes e, caso haja lugares vagos, serão distribuídos ingressos extras, no local.

Haverá outras duas apresentações nos dias 17 e 18 de maio (terça e quarta-feira), às 20h, com distribuição de ingressos da mesma forma. Mais informações no site da FCC: http://www.fcc.sc.gov.br//pagina/18850/cinemaaovivoterasegundaedicaocomtrilhasonoraaovivonocic


ATENÇÃO: não haverá sessão de cinema no dia 14 de maio de 2016 (sábado).

segunda-feira, 9 de maio de 2016

Cineclube Cinema Unisul - Lançamento e Cinema ao Vivo

12 e 15 de maio de 2016 (Quinta e Domingo), às 20h
Lançamento “O Aquário de Antígona” e exibição de “As Mortes de Lucana”
Longe da ideologia hollywoodiana, O aquário de Antígona, o novo filme do cineasta catarinense Alceu Bett, nos imerge num banho de pureza original. O  argumento da película é do escritor Fernando José Karl, que também assina o roteiro junto com Alceu. Foram cinco meses de produção entre captação e finalização, nas cidades de São Francisco do Sul, Joinville, Nova Veneza e Curitiba.



13 de maio de 2016 (Sexta), horário especial
Evento: Cinema ao Vivo – MIS

O filme Nosferatus com música ao vivo.













14 de maio de 2016 (Sábado),  – Sem sessão

quarta-feira, 4 de maio de 2016

Cineclube Cinema Unisul - Clássicos e Lançamento

5 de maio de 2016 (Quinta), às 20h
Clássicos: Desejos Proibidos
Direção: Max Ophüls
Duração:  105min
Ano: 1953
País: França/Itália
Classificação etária: 10 anos
Sinopse: Quando a ilusória imagem de um matrimônio feliz se confunde com a estranha jornada de um par de brincos, a tragédia se instala… Ophüls retorna ao luxo do séc. XIX para analisar com requinte a superficialidade e a instabilidade das paixões.







6 e 8 de maio de 2016 (Sexta e Domingo), às 20h
Lançamento: Apart Horta
Direção: Cecilia Engels
Duração: 55min
Ano: 2015
País: Brasil
Classificação Indicativa: Livre
Sinopse: A baiana Nazaré vai a São Paulo pela primeira vez para visitar seu irmão Natanael, que vive na cidade há oito anos.
Natanel tem um estilo de vida voltado ao trabalho, já Nazaré vive uma relação saudável com as pessoas, a natureza e a alimentação. Aos poucos, trazendo seu axé e cultivando alimentos no apartamento, Nazaré germina a transformação no ambiente da vida de Natanel e do prédio em que ele vive.



7 de maio de 2016 (Sábado), às 20h
Clássicos: Cantando na Chuva
Direção: Stanley Donen, Gene Kelly
Duração:  103 min
Ano: 1952
País: EUA
Classificação etária: Livre
Sinopse: O filme retrata justamente a mudança do cinema mudo para o falado, que data de 1927. Dois famosos bailarinos precisam fazer a mesma transição em suas carreiras. Um se sai muito bem, enquanto o outro se aproveita da amizade com uma jovem que sonha em ser atriz, mas tem que trabalhar como dubladora de sua voz. Quando os dois bailarinos se vêem apaixonados por ela, no entanto, começa uma disputa pela sua atenção