quarta-feira, 19 de novembro de 2014

MEMBRANA

Programa de Extensão coordenado por Raquel Stolf no CEART-UDESC em 2014, que propõe investigar as aderências e opacidades da imagem e do som, em suas articulações com usos da palavra em projetos artísticos intermídia. Foram pensadas e produzidas proposições que envolvem práticas em vídeo/filme, áudio e texto, em suas intersecções e desdobramentos, atravessados por processos de escrita e envolvendo relações com seus contextos de inscrição e circulação.

Para tanto, MEMBRANA envolve três ações: a oficina Laboratório de escuta e escrita (ocorrida de abril a novembro de 2014, no CEART-UDESC + oficina em Londrina - DaP/UEL), a produção e circulação da publicação experimental Disso (isso) (construída pelos participantes da oficina em Florianópolis e em Londrina, no prelo) e a apresentação de vídeo/filme/áudio/texto Membrana (em 19/11, no Memorial Meyer Filho, em Florianópolis).

A equipe do programa vem contando com a participação da bolsista de extensão Franciele Favero, da Mestranda do PPGAV-UDESC Fabíola Scaranto, com o apoio técnico de Helder Martinovsky, laboratorista dos cursos de Cinema da UNISUL e com a colaboração de Leto William, licenciando em Artes Visuais na UEL e mediador na DAP/UEL, e de Anna Paula Stolf, Mestre em Design - UFRGS e professora no curso de Design Gráfico na FTEC, Porto Alegre.

19 de novembro de 2014, quarta-feira às 19 horas

Memorial Meyer Filho
Praça XV de Novembro, 180, Florianópolis-SC

_curadoria/coordenação de Raquel Stolf
(Programa de extensão MEMBRANA, CEART-UDESC)
_equipe: Fran Favero, Fabíola Scaranto, Helder Martinovsky,
Leto William, Anna Stolf. Apoio extra de Marcos Walickosky
carimbo: Cássio Ferraz, 2005

programação

_performance da Ursonate, de Kurt Schwitters, por Flora Holderbaum

_projeção de Membrana-trocejo (projeto coletivo em super8, desenvolvido na oficina Laboratório de escuta e escrita): Diovane Riedel, Fran Favero, Julianna Rosa, Marcos Walickosky, Mariana Berta, Mateus Vieira, Raquel Stolf, com apoio de Helder Martinovsky

_mostra de vídeos de participantes da disciplina de Imagem em movimento/CEART-UDESC: Aline Haag, Débora Moecke, Djuly Gava, Fabricio Manohead, Gabriel Eduardo Rosa, Idien Ariel, Marina Moraes, Rodrigo Cárdenas, Rosane Carpes, Telma Scherer, Vítor Krow, Yasminka Furtado Guimarães, Bruno Della Pasqua, Carol Barreiros, Fabiana Quevedo, Graziela Martins, Leonardo de Souza, Luana Pera, Magda Mendes, Duda Desrosiers, Péricles Gandi do Valle, Pericles Silva dos Santos, Renata Galletta, Sebastião Gaudêncio Branco, Viviane Dalla Rosa

_peças em áudio de participantes da disciplina de Imagem em movimento/CEART-UDESC e de outros artistas: Indiara Nicoletti, Telma Scherer, Raquel Stolf, Sebastião Gaudêncio Branco, Victor Sagica

_micromostra de vídeos de artistas convidados: Diovane Riedel, Bil Lühmann, Diego Passos & Juliano Ventura, Arthur do Carmo & Luana Navarro, Fernando Weber

_distribuição de publicações: Disso, PLUVIAL FLUVIAL, Depois da água, membrana-memoriola, membrana-mnemônica, Recibo 33 com ruído,

segunda-feira, 17 de novembro de 2014

Cineclube Cinema em Transe

SIMÃO DO DESERTO

(Simón del Desierto, México, 1965)
Direção: Luis Buñuel

Sinopse: O roteiro deste filme baseia-se na história de Simão Stilites que, dizem, viveu 37 anos no topo de uma coluna pregando a cristandade, até sua morte em 459 A.C.. Luis Buñuel usa a história para um ataque divertido e cínico contra a religião e o fanatismo. Assim, o personagem central do filme, Simão, é um fanático religioso que passa sua vida no alto de sua coluna, no meio do deserto, rezando, pregando pela salvação, abençoando os peregrinos e ditando regras de conduta. O demônio, disfarçado, tenta seduzi-lo o tempo todo.

Local: AUDITÓRIO BLOCO C - UNISUL Pedra Branca
Dia e Horário: Terça-feira (18/11) às 16H

Entrada gratuita.

terça-feira, 11 de novembro de 2014

Evento Cinema em Cena em Criciuma

O evento CINEMA EM CENA tem a proposta de esclarecer, incentivar e fomentar a produção de Cinema regional e nacional através de debates com Cineastas atuantes no mercado, expondo seus pontos de vista e suas trajetórias percorridas até os dias de hoje; a importância da criação de instituições que visam a preparação para o mercado de trabalho, que por sinal é carente; bem como a afirmativa que o Cinema e o audiovisual formam um mercado rentável que anseia a cada dia mais e mais profissionais capacitados.

Vivemos um momento ímpar do cinema nacional, repleto de indagações e pontos a serem discutidos, tanto positivos como negativos, acreditamos que o futuro do Cinema está cada vez mais próximo e quanto mais debatermos sobre a realidade cinematográfica de hoje, mais preparados estaremos. Todo o Cineasta passou e passa por impasses gerados por diversos fatores, muitos deles políticos e sociais; a cada ano que passa temos novas leis que auxiliam da melhor forma o fluxo de produção cinematográfica produzido no Brasil. Esses são alguns temas que serão trazidos à tona no decorrer do debate.

PARTICIPANTES:

FERNANDO COIMBRA
Diretor do longa O lobo atrás da porta, aclamado pela crítica mundial, Fernando Coimbra aposta na propagação de novos gêneros de Cinema no Brasil.

ZECA PIRES
O cineasta Zeca Pires é um dos percursores do cinema Catarinense, com vários curtas e documentários premiados e dois longas-metragens em sua carreira: Procuradas e A Antropóloga.

RODRIGO ARAÚJO
Rodrigo Araújo tem como base de sua carreia diversos curtas, o que o levou a produção da série Remakers. Rodrigo faz parte da nova geração de Cineastas Catarinense e acredita no Cinema Nacional.

Para gerar debates preparamos tópicos a serem abordados no decorrer do evento; e é de suma importância que os participantes gerem também perguntas e tópicos para os outros participantes; desta maneira podemos esclarecer o máximo de dúvidas possíveis e a opinião única de cada um.

Alguns tópicos a serem abordados:
  • Quais os caminhos foram percorridos para chegar à realização de um longa?
  • Porque fazer Cinema?
  • Como esta a evolução do cinema Brasileiro nos dias de hoje em seu ponto de vista?
  • Quais as maiores dificuldade em realizar uma obra Cinematográfica?
  • Como fazer Cinema com pouco orçamento?
  • Como se iniciar no mundo do Cinema?
  • Como você lida com a Critica

Fonte: Jurandir Lisboa  e Cristina Lisboa, diretores do STUDIO LISBOA ESCOLA DE IMAGEM E CINEMA http://www.escolastudiolisboa.com.br

segunda-feira, 3 de novembro de 2014

Cineclube Cinema em Transe

EL TOPO

(El Topo, México, 1970, 125 min.)
Direção: Alejandro Jodorowsky
Elenco: Alejandro Jodorowsky, Brontis Jodorowsky, Jose Legarreta.

Sinopse: Envolto numa roupagem alegórica e repleto de simbolismos cifrados, o filme narra as andanças de um pistoleiro místico (El Topo), o próprio Jodo, através do deserto, numa epopeia surrealista na qual, ele se supera em duelos, e ser a pistola mais rápida do Oeste. Um encontro cósmico influenciado pelas "obras pânicas", este filme foi o tiro de saída do circuito alternativo das Sessões Malditas, propulsado pelo distribuidor Bem Barenholtz, que descobriu o filme graças a John Lennon. El Topo é um semi-spaghetti western místico, surrealista e surpreendentemente violento, quase splatter (com o inventivo uso de melancia na maquiagem gore!).

Local: AUDITÓRIO BLOCO C - UNISUL Pedra Branca
Dia e Horário: Terça-feira (4/11) às 16H

Entrada gratuita.

Trailer:

quinta-feira, 30 de outubro de 2014

Vaga de Estágio

A Onse, empresa do estudante de Cinema UNISUL Bruno Pacheco, abre duas vagas estagiários na área de Pós Produção em Audiovisual.

Os pré-requisitos são conhecimento básico em After Effects e/ou software 3D (C4D, 3ds, Maya). A vaga é para residentes em Florianópolis ou região. A remuneração é de R$ 1.000,00.

Interessados devem enviar e-mail para o endereço euquero@onse.com.br

3º FilmCup

Acontece de 25 a 27 de novembro na Cinemateca Brasileira, em São Paulo, a terceira edição do FilmCup, um market Conference (com workshops, seminários e aulas mestres) e um encontro de co-produção de projetos para cinema e televisão. Cada ano um país participa como convidado especial. Em 2014 o país convidado é a Itália.

O FilmCup Brasil & Itália terá dois dias e meio de intensa programação que inclui o Fórum de coprodução e o Market Conference dedicados aos profissionais de toda a cadeia produtiva audiovisual - produtores, produtores executivos, advogados, realizadores, canais de televisão, autores, distribuidores, técnicos, estudantes e amantes do cinema e da produção audiovisual.

As inscrições são gratuitas e podem ser feitas pelo site www.filmcup.net / Market Conference. A programação contará com masterclasses, debates e seminários abordando diversos segmentos criativo e técnico da produção e difusão audiovisual como, direção, fotografia, roteiro e Agentes de Vendas. Destaque para a presença de Lucca Bigazzi,diretor de fotografia do conceituado filme A Grande Beleza e para uma delegação do Canal RAI.

Para o Fórum de Coproduções Internacionais foram selecionados onze projetos brasileiros e italianos de cinema e TV que serão apresentados na forma de pitchings e em rodadas de negócios individuais para potenciais parceiros e financiadores (fundos de investimento, canais de televisão, produtores, 'sales agents' dos dois países). As apresentações dos pitchings serão abertas a todos os interessados (sujeito a lotação da sala).

Não perca essa oportunidade profissional e faça sua inscrição pelo site www.filmcup.net. Alguns workshops e aulas mestres têm vagas são limitadas.

Mais sobre o FilmCup:

Idealizado pela produtora de cinema e TV Luciana Dolabella, brasileira que trabalha com produção audiovisual na Alemanha há 12 anos em mais de 25 filmes, o encontro é uma co-realização com a SP Cine e é organizado por meio de uma parceria com a ANCINE, a Secretaria do Audiovisual do Ministério da Cultural, a Direzione Generale per il Cinema do Ministério de Cultura da Itália, a Cinemateca Brasileira, o Instituto Luce Cinecittá, a Cinemateca Italiana, o Instituto Italiano de Cultura, e as associações ABPITV, SICAV, APACI, APCNN, a ABD Nacional, ANICA, APT e outras 15 instituições parceiras no Brasil e na Itália, além da parceria oficial com a Ventana Sur. Uma realização da Ato Cultural e do Pólo Cultural Educação e Arte.